quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O nosso encontro em Aracaju

1456027_10151780439120794_1325471292_n


Principais aventuras durante a nossa estadia:

578489_10151780439860794_1053830387_n• Passeio para o Cânion Xingó
• Quiosque de praia Parati
• Restaurante italiano na orla
• Passeio particular para o Mangue Seco
• Alugar quadrículo no Mangue Seco


1477973_10151780422465794_697165507_n
579278_10151780438445794_142800648_nApós 4 anos que retornamos do nosso intercambio, resolvemos viajar juntas novamente. Tinha que ser curta (afinal agora trabalhamos), barata (afinal somos proletárias…)… Decidimos ir para Aracaju (vôo mais barato que achamos no feriado, e nenhuma conhecia!)
Achamos uma pousadinha pelo booking.com, super simples, mas bem localizada, e o preço ótimo!! Pousada Águas da Prata.
De todas as capitais do Nordeste que conhecemos, Aracaju é a menor, orla organizada, arrumadinha, mas quem conhece Fortaleza ou Salvador, por exempl
o, não tem nada haver.
Primeiro dia pegamos um taxi ao Mercado Central, aquele clássico do Nordeste, mto artesanato local, aquelas coisinhas de sem
pre, nosso objetivo era passar o dia curtind
o a praia, de taxi fomos em busca de um quiosque legal para passar o dia tomando sol e bebendo caipirinha, paramos no quiosque Parati, um dos mais afastados, mas com melhor infraestrutura (nos advertiram que este era Tb o mais caro, mas para nós que vivemos em SP, acostumados com os preços mais absurdos, estava ótimo). Clássico dia no Nordeste, sol, praia, caipirinha de caju, cajá, casquinha de caranguejo… passamos o dia curtindo a
 prainha!.
Para o segundo dia compramos o passeio para o Canión Xingó (havíamos reservado antecipadamente pela internet, mas todas a agencias fazem este passeio!). Sai super cedo, e são muitas e muitas horas no ônibus até chegar ao Rio São Francisco. Todas as agencias
param em um mesmo posto para os turistas tomarem café da manhã, fica lotado, portanto não conte com isso.
Já nas margens do Rio São Francisco, os barcos saem todos da frente de um restaurante… a
estrutura é ótima, obviamente cheio… optamos ao invés de almoçar, sentar numa cadeira pra tomar sol e pedimos uma porções (de friturinhas deliciosas)!
Andamos certa de 1 hora em um catamarã, paisagens lindas,
até chegar ao Cânion Xingó, lá fizeram uma estrutu
ra flutuante, que podemos descer, nadar, pegar umas canoas… super interessante!
Depois de algum tempo pegamos o caminho de volta. As excursões todas param na casa de um Sra que faz doces típicos, são famosíssimos, qdo passamos os doces já tinham acabado! De volta à Aracaju, só pensávamos em dormir... o passeio é ótimo, uma das paisagens mais lindas que vimos no Brasil, mas super cansativo (dura mais de 12 horas)! Dica para quem tem mais tempo: dormir no Canion (disseram que tem varias pousadas legais e a vida a noite é uma delicia)
Ainda tínhamos diversos locais para conhecer, e apenas mais um dia, optamos por fazer um tour particular (custou um pouco a mais, porém pudemos conhecer tudo). Logo cedo paramos na famosa “orlinha por do sol”, para fotografar, em seguida em uma lagoa famosa por podermos alimentar os
 peixes (legalzinho, a Marcella saiu correndo e gritando de medo dos peixes kkkkk), enfim pegamos uma lanchinha para ir até o Mangue-Seco (os passeios convencionais, vão de escuna…).
O Mangue-Seco é o famoso local onde foi filmado “Tieta do Agreste”, uma vila em que as ruas são de areia… passamos pela igrejinha da Tieta e pegamos um bugue para passear pela dunas, e após essas dunas paramos em uma praia maravilhosa!!!! Super deserta, umas poucas barraquinhas, ao chegar lá uns meninnhos fofos, vieram cantando uma musica e vendendo cocada (amo tanto essas cocadas caseiras que para não causar briga entre as crianças tive que comprar uma de cada menino!!!). Ficamos na praia, bebemos, comemos… alugamos um quadrículo para uma volta (delicia… preço otimo e sem nenhum instrutor pra ficar em cima – poderíamos ter nos matado kkkkkk), até pedimos um jegue emprestado para tirar uma fotinhos!!! Kkkkk
Após o Mangue-Seco, fomos para a Praia do Saco, famosa por ser super deserta, acho que não fomos em um bom dia, esta cheia… um povo fazendo farofa, com
 carro de som… e agente estava muito cansada (quase dormimos enquanto o bug fazia o caminho pelas dunas)
Pela noite demos uma volta no centro, passamos pela Passarela do Artesão (que tem muito pouco artesanato, por sinal?!), jantamos… Nesta madrugada já íamos embora!
Ficamos pouco tempo em Aracaju, mas saímos de lá com uma ótima impressão e gostinho de quero mais do Nordeste brasileiro!!!!
Agnes Sacilotto
1470132_10151780422785794_1192930560_n

Nenhum comentário:

Postar um comentário